quinta-feira, 5 de março de 2020

Características das eleições municipais.


As eleições municipais de outubro haverá eleições municipais estão à porta. Mais de 153 milhões de eleitores de 5.570 cidades brasileiras escolherão prefeitos e vereadores. Essa eleição terá algumas características diferentes em relação às anteriores. O presidente Bolsonaro saiu da legenda que o elegeu o PSL e trabalha a toque de caixa pela criação de uma nova legenda, a Aliança pelo Brasil, com poucas chances de ser viabilizada a até abril, mês limite para concorrer. Portanto, esta deve ser a primeira vez, desde a redemocratização, que o partido de um Presidente da República estará fora do pleito eleitoral. Sem envolvimento direto na campanha, não haverá como “testar” a capacidade de transferência de voto de Bolsonaro dizem alguns especialistas no assunto.

Sem a presença direta do partido do Presidente na eleição, esse pleito será ainda mais local do que normalmente. Problemas que afetam o dia a dia de determinada localidade serão mais importantes que assuntos de cunho nacional. Embora alguns grandes centros, como São Paulo e Rio de Janeiro, possam envolver atores nacionais, as questões inerentes aos municípios é que dominarão a campanha. Como consequência, será prematuro, a partir de seus resultados, fazer projeções para a eleição presidencial de 2022. Um nome competitivo na eleição seguinte, seja para senador, governador ou presidente. Porém, não há dúvidas de que a eleição municipal poderá revelar algumas questões cruciais para candidatos e partidos, permitindo que eles possam ajustar suas estratégias para 2022.

Via Blog do Edmar Brito.


Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...