terça-feira, 20 de junho de 2017

Vem aí a primeira sentença em ação penal contra Lula na Lava Jato

Resultado de imagem para foto de lula
As defesas do ex-presidente Lula e dos demais réus (executivos da OAS) têm até hoje terça-feira (20), para entregar à Justiça Federal, em Curitiba, as alegações finais na ação penal que aponta propina de R$ 3,7 milhões da empreiteira para o petista, no caso do tríplex do Guarujá (SP).
Após esta etapa processual, abre-se amanhã (21), o prazo para que o juiz federal Sérgio Moro, profira sua sentença condenando ou absolvendo o ex-presidente e os demais réus do processo. Será a primeira sentença da Lava Jato em ações contra Lula, nestes três anos de investigações de corrupção e cartel na Petrobrás.
Lula é réu, ainda, em outras duas ações penais da Lava Jato, em Curitiba; mais um em Brasília; e um outro, também, na capital federal, alvo de um desdobramento do caso Petrobrás. Nesse processo, Lula é acusado de receber propinas da OAS em forma de benesses no apartamento do Edifício Solaris, no Guarujá, e do custeio do armazenamento de bens. Seria contrapartida da empreiteira pela atuação do petista em favor da empresa, segundo a acusação do Ministério Público Federal.
Se for condenado no caso que deve ser sentenciado por Moro, estimativamente até meados de julho - a pena pode passar de 20 anos de prisão.
O risco para Lula é a manutenção da decisão na segunda instância, no TRF da 4ª Região, em Porto Alegre. Se Lula for condenado pela corte, em decisão de colegiado, antes da disputa eleitoral de 2018, ele pode ficar até impedido de concorrer na disputa.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...