segunda-feira, 5 de maio de 2014

Morre o filho do investigador.

Foto: Arquivo pessoal

O corpo do estudante Fábio Enderson Monteiro, 23 anos, será velado nesta segunda-feira (5), à partir das 15h30. Filho do investigador da Polícia Civil, José Carlos Monteiro, Fábio morreu na manhã de hoje no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. O velório será na Capela dos Capuchinhos, na avenida Conselheiro Furtado, bairro de São Brás, em Belém. O enterro será na terça-feira (6), a partir das 9h, no Cemitério Max Domini, localizado na rodovia BR-316, no município Marituba.
Segundo o boletim médico emitido pelo hospital, Fábio morreu em decorrência dos ferimentos causados por arma de fogo. 
O investigador da Polícia Civil José Carlos Monteiro e o filho dele Fábio Enderson Monteiro foram atingidos por disparos de pistola ponto 40 efetuados pelo cabo da PM, Ivair Dias Oliveira, após uma discussão.
O crime aconteceu no conjunto residencial Anísio Teixeira, localizado na rodovia Augusto Montenegro, bairro do Coqueiro, no dia 30 de abril. 
O PM e o investigador são vizinhos e discutiram por motivos pessoais. Testemunhas disseram que os policiais tinham 'uma inimizade'. O PM foi preso pouco depois do crime, mas foi solto na noite do dia 1º e maio, após decisão da juíza Helen Bemerguy Peixoto. 
A Polícia Militar disse que o cabo responderá pelo crime na esfera civil e será submetido a investigação interna, que poderá resultar na expulsão da corporação.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...