quinta-feira, 24 de abril de 2014

STF nega liberdade a vereador da Bahia líder de greve dos PMS

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de liberação do líder da greve dos Policiais Militares da Bahia, o vereador Marco Prisco (PSDB).

A defesa de Prisco alegou, no pedido de habeas corpus, que ele teria sido alvo de uma perseguição política por defender melhores condições de trabalho e de salário para os policiais militares. Ao negar a liberdade, Lewandowski afirmou que a prisão dele foi decretada para garantir a “ordem pública”. 

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...