sábado, 10 de abril de 2010

Bomba na Susipe

Descobriu-se que na Susipe cerca de 500 agentes penitenciários não estão trabalhando na atividade fim. Pergunta-se onde estão enfiados esses servidores? Com a palavra o sr. Superintendente Justiniano Alves.

Irmãos Castro sabotam fim de embargo dos EUA a Cuba, diz Hillary.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente Raúl Castro e o seu irmão e antecessor, Fidel, estão tentando sabotar os esforços dos Estados Unidos para melhorar as relações com Cuba, por temerem que isso ameace o seu poder, disse nesta sexta-feira a secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton.

Na opinião dela, a resposta de Cuba às iniciativas do governo Obama revelam "um regime intransigente e entrincheirado", sem interesse em promover reformas políticas nem em acabar com o isolamento imposto pelos 48 anos de embargo econômico dos Estados Unidos contra a ilha comunista.

"É minha crença pessoal que os Castros não querem ver o fim do embargo e não querem ver a normalização com os Estados Unidos, porque eles perderiam todas as suas desculpas pelo o que não aconteceu em Cuba nos últimos 50 anos."

"Acho isso muito triste, porque deveria ser uma oportunidade para uma transição a uma democracia plena em Cuba, e isso vai acontecer em algum ponto, mas pode não acontecer tão cedo."

Os Estados Unidos no último ano suspenderam os limites a viagens e remessas financeiras de cubano-americanos para a ilha, e iniciaram um diálogo com Havana sobre questões de migração e serviços postais.

Mas o presidente Barack Obama tem dito que o embargo econômico só vai acabar quando Cuba melhorar a situação dos direitos humanos e libertar presos políticos. Hillary disse que as perspectivas não são boas em nenhuma dessas frentes.

"Se você vê qualquer abertura para Cuba pode quase traçar como o regime dos Castros faz algo para tentar frustrar", disse a secretária em resposta a uma pergunta na Universidade de Louisville, no Kentucky.

Ela lembrou que em 1996 seu marido, o então presidente Bill Clinton, tentava melhorar as relações com Cuba quando o regime abateu dois pequenos aviões norte-americanos que tentavam distribuir panfletos. O incidente, na prática, soterrou a iniciativa de Clinton.

No último ano, a despeito das iniciativas de Obama, Cuba prendeu um norte-americano suspeito de espionagem, e o preso político Orlando Zapata morreu após 85 dias de greve de fome, lembrou Hillary.

"Espero que eles comecem a mudar. Estamos abertos a mudar com eles, mas não sei o que irá acontecer antes que algum tempo passe."

Menino que tinha 31 dedos se recupera após cirurgia na China.


Foto: Reuters

O menino de seis anos que nasceu com 15 dedos nas mãos e 16 nos pés passa por período de recuperação em um hospital de Shenyang, província de Liaoning, na China. A criança, que foi submetida a uma cirurgia em 23 de março para remover os 11 membros adicionais, deverá sair do hospital em 12 de abril.

O menino nasceu com polidactilia (má-formação que causa o desenvolvimento de dedos extras). A mãe do garoto, de sobrenome Liu, contou ao portal informativo Sina.com que seu filho era alvo de brincadeiras de mau gosto e provocações de seus companheiros na creche, o que tinha feito com que ele se tornasse retraído, e por isso a família decidiu realizar a operação.

A criança não queria ir à escola por conta das provocações, andava sempre com as mãos nos bolsos e se negava a tirar os sapatos. Além disso, tinha dificuldades para segurar talheres e não podia escrever corretamente, já que alguns dos dedos eram presos a outros.

Os médicos que o operaram disseram que intervenções como essas devem ser feitas cedo, para que as crianças se adaptem a seus "novos" pés e mãos. Além de ter os dedos excedentes amputados, o menino teve mãos e pés reconstruídos.

O cirurgião encarregado da operação, Tian Lijie, já tinha experiência neste tipo de operações, mas nunca tinha feito uma em uma pessoa com tantos dedos.

Segundo o livro Guinness dos Recordes, as pessoas com mais dedos do mundo são dois rapazes indianos (Pranamya Menaria e Devendra Harne, de 4 e 15 anos, respectivamente), que têm 25 dedos cada, seis a menos que o pequeno chinês operado.

Ex-parceiro de Zezé Di Camargo perde ação contra músico

O músico Areovaldo Batista da Silva, 58 anos, que fez parceria musical com Zezé Di Camargo entre 1975 e 1986, teve negado na Justiça goiana pedido de indenização por danos morais no valor de R$ 5,5 milhões por, segundo ele, distorções sobre sua pessoa no filme Dois Filhos de Francisco, baseado na vida de Zezé e seu irmão, Luciano.

A juíza da 5ª Vara da Família, Sucessões e Cível de Goiânia, Maria Cristina Costa, julgou improcedente a ação de reparação contra Columbia Tristar Filmes do Brasil, Conspiração Filmes Entretenimento S.A., Globo Filmes e Zezé Di Camargo & Luciano Produções Ltda.

Areovaldo, que se apresenta artisticamente como Zazá, formou com Zezé primeiro um trio depois uma dupla e com ele lançou cinco discos nos anos 70s e 80s. No filme, ele aparece como Dudu e, segundo alega na ação, teve sua história contada de forma equivocada, o que lhe trouxe prejuízos para a carreira.

Uma das distorções, segundo o músico, seria o fato de não aparecer como o líder da dupla, que se chamaria "Zazá & Zezé". Conforme a sentença da juíza, Areovaldo diz que ¿há dificuldades em restabelecer sua imagem, o bom nome e o apreço das pessoas¿.

O valor cobrado por Zazá equivale a 5% da bilheteria total do filme. E se justificaria pelos prejuízos causados a sua carreira. A ação tramitava desde novembro de 2005 e ainda cabe recursos.

Os advogados de defesa do grupo responsável pelo filme afirmaram que Dudu era um personagem fictício, que a obra é só baseada na vida de Zezé e Luciano e que o personagem Dudu não tem semelhança com Zazá.

A juíza concordou com a versão de que não houve prejuízo para a imagem de Zazá e o condenou a pagar honorários de R$ 1,5 mil para cada empresa processada. Em sua sentença, Maria Cristina disse que não havia obrigação de o filme narrar com exatidão toda a vida da dupla formada por Zezé e seu irmão. "Principalmente em se tratando de filme cinematográfico cuja duração média é de duas horas, sendo impossível retratar em tão pouco tempo duas vidas inteiras."

Em 2005, Areovaldo perdeu outra ação em que pedia indenização contra a esposa de Zezé, Zilu Almeida Godoy de Camargo. O músico alegou que ela teria dito em uma entrevista a uma revista nacional que ele havia morrido e que isso trouxe transtornos irreparáveis a sua carreira. Na ocasião, a Justiça acatou a versão da defesa de Zilu de que houve um erro do autor da matéria e que o mesmo foi reparado na edição seguinte da mesma revista.

Fonte: Terra

Presos integrantes da quadrilha que assaltou dois hotéis na Júlio César

Dois envolvidos com a quadrilha responsável pelos assaltos aos hotéis Ibis e Vila Rica foram presos nesta sexta-feira (9), pela DRCO (Divisão de Repressão ao Crime Organizado), da Polícia Civil. Hewerton Bruno L. da S., de 22 anos, de apelido 'Bruno Testa', foi preso no município de Igarapé-Açu, no nordeste do Pará. Joice Patrícia B. F., de 21 anos, foi localizada em sua casa, no conjunto Promorar, , no bairro de Val de Cans.

Os acusados foram filmados pelo circuito internado de um dos hotéis. Hewerton aparece de boné, calça comprida e camisa preta nas imagens. Joice foi filmada no momento em que entrava em um dos hotéis. Em depoimento, Heverton Bruno confessou ter ficado do lado de fora dos estabelecimentos, monitorando a movimentação em frente aos locais e rendendo taxistas e clientes que chegassem aos locais. Ele declarou ainda ter sido contratado por R$ 700,00 para participar do crime.

Joice foi uma das quatro pessoas (dois casais) que se hospedaram em um dos hotéis como se fossem clientes, repassando informações sobre os estabelecimentos ao restante do grupo. Ambos estavam com mandados de prisão decretados pela Justiça. Outro integrante da quadrilha, com prisão decretada, é Diego Calado. Ele aparece nas imagens vestido de paletó. Dois celulares foram apreendidos com os presos.

As investigações iniciaram no dia 9 de março, quando, de madrugada, uma quadrilha formada por 16 pessoas invadiu os dois estabelecimentos, situados um ao lado do outro, na Avenida Júlio César, em Val de Cans. Outros dois acusados já estão identificados e com prisões preventivas decretadas.

Fonte: Polícia Civil
Justificar

quinta-feira, 8 de abril de 2010

LADY GAGA CAMPEÃ

É a primeira artista a conseguir a marca de mais de um bilhão de visualizações na internet. Some-se a isso que é uma princesinha, alguém discorda?.

O Estado, mentira eterna?

A liberdade formal outorgada, regulamentada e pregada pelo Estado, contra possíveis insurgentes? Nossa Constituição privilegia uma minoria em detrimento da maioria? O que voçês acham? Comentem!!!

O PSDB É O "PAI DOS POLICIAIS"?

Uma comitiva de policiais do Pará está em Brasília representando o Estado na mobilização nacional em defesa da aprovação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 446/09, em tramitação no Congresso. Pela proposta, que está atualmente na Câmara dos Deputados, será estabelecido um piso salarial nacional para policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários. A PEC 446 é, na verdade, uma soma da PEC 41 e da PEC 300, que possuem basicamente o mesmo teor. A PEC 41 é de autoria do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e já foi aprovada no Senado. Assim, se aprovada pelos deputados, a PEC 446 segue ainda para nova aprovação pelo Senado, para então seguir à sanção presidencial.
Atualmente, o piso salarial no Pará é de R$1.015 para soldados. Já para oficiais, gira em torno de R$ 1.600,00. Com a proposta que está na Câmara, o piso para soldado passaria para R$ 3 mil e para R$ 7 mil o dos oficiais. A alteração vale também para pensionistas e inativos. No Estado, serão cerca de 20 mil beneficiados. Em todo o País, a proposta mexe com o salário de quase um milhão de pessoas.
A busca pela aprovação e de apoio fez com que Brasília fosse novamente tomada pelos policiais, que estão em caravanas de todos os estados. "A importância dessa nossa vinda é o contato fechado com os partidos. Esse comprometimento das lideranças pode ser o principal ponto para destravar a PEC na Câmara. Agora, depende também das articulações feitas junto ao presidente da Câmara, que se coloque em pauta o projeto", justifica o sargento Dias, um dos integrantes da comitiva paraense.
Na primeira votação da Câmara, em 3 de março deste ano, foram 393 votos favoráveis e duas abstenções.
"A PEC já foi aprovada em primeiro turno na Câmara. Temos a certeza de que será aprovada novamente aqui no Senado e em caráter de urgência. A mobilização dos policiais é importante para denunciar as manobras da base aliada do Governo Federal, que tenta protelar a votação para depois das eleições. Mas ela é a primeira na lista para ser votada. Não votam porque não querem. É preciso que o Governo entenda que esse ganho não é só dos policiais e sim de toda a sociedade. É investimento em segurança, não gasto", explica o senador Fernando Flexa Ribeiro, que acompanhou a comitiva e fez um pronunciamento sobre o assunto na tribuna do Senado, também nesta quarta-feira.
Flexa Ribeiro ainda solicitou ao senador José Sarney, presidente do Congresso, que a proposta seja votada. "Retorne para a pauta e coloque em votação, como foi feito aqui. O que não pode é descumprir o regimento, deixar milhares de famílias esperando. É preciso votar. Quem for contra que vote contra. E os deputados que forem a favor, votem a favor. O processo legislativo não pode ser interrompido", argumenta Flexa Ribeiro.
Para o deputado Wandenkolk Gonçalves (PSDB-PA), a PEC poderá entrar em votação ainda este semestre. Ela deverá inclusive ser uma das indicações do partido para entrar no calendário de votações, que terá cerca de 50 PECs. "Cada partido vai sugerir três PECs. Tenho certeza que a dos policiais, uma PEC justa e necessária, deve entrar na pauta", adianta o deputado, que é vice-líder do PSDB na Câmara dos Deputados.
"O Senado não é empecilho para votar. A bancada vai votar inteiramente a favor, por entendermos que chega de assaltos, de seqüestro, de violência. E valorizar a profissão dos que cuidam da segurança é o primeiro passo", disse Arthur Virgílio (PSDB-AM), líder do PSDB no Senado.

Pelo fim da famigerada Lei Kandir...

 a aprovação da distribuição da chamada cessão onerosa do pré-sal e o pagamento de R$ 4 bilhões até o final do ano, pelo Governo Federal,...