sexta-feira, 12 de março de 2010

Senado aprova ao STM general que criticou homossexuais.

O Senado aprovou ontem a indicação do general de Exército Raymundo Nonato de Cerqueira Filho para uma vaga de ministro no STM (Superior Tribunal Militar).
Durante sabatina, ele havia declarado que soldados não obedecem comandantes homossexuais. Nonato obteve 46 votos a favor, 5 contra e 1 abstenção. A votação foi secreta.
A audiência ocorreu em 3 de fevereiro. Na oportunidade, também foi analisada a indicação do almirante Álvaro Luiz Pinto, que ontem teve seu nome aprovado.
Na ocasião, o general disse que homossexuais só seriam aceitos se mantivessem a orientação sexual em segredo. "O indivíduo não consegue comandar. A tropa não vai obedecer", disse. A declaração gerou protestos.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...