sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Mensalão mineiro gera ação contra 11 réus

A Justiça de Minas Gerais aceitou denúncia contra 11 acusados de participação no valerioduto tucano, suposto esquema de desvio de recursos públicos e financiamento irregular de campanha eleitoral. O suposto esquema, de acordo com a acusação, abasteceu ilegalmente, em 1998, a derrotada campanha à reeleição do ex-governador mineiro e hoje senador Eduardo Azeredo (PSDB) por meio de desvio de recursos de empresas estatais e empréstimos fictícios obtidos por agências do publicitário Marcos Valério, apontado como operador do mensalão. A decisão da juíza da 9ª Vara Criminal de BH, Neide da Silva Martins, tomada na terça-feira, transforma em réus, entre outros, Walfrido dos Mares Guia, ex-ministro das Relações Institucionais do governo Lula, Clésio Andrade, presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte), e o ex-tesoureiro tucano Cláudio Mourão, além de Marcos Valério.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...