sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Deputado imprime material de campanha com dinheiro da Câmara

Deputado imprime material de campanha com dinheiro da Câmara, diz jornalWaldemir Moka usou cota para imprimir folhetos para se lançar ao Senado. Caso poderá tornar deputado inelegível, diz MP no Mato Grosso do Sul.
Destinada a custear as despesas do trabalho parlamentar, a verba indenizatória do gabinete do deputado Waldemir Moka (PMDB-MS) foi utilizada para pagar a impressão de panfletos no qual o congressista lança sua candidatura ao Senado, revela matéria publicada na edição desta sexta-feira (26) do jornal "Folha de S. Paulo".
O jornal apresenta um panfleto no qual o deputado sul-matogrossense aparece sorrindo na foto que simula a votação para o Senado na tela da urna eletrônica. As instruções para o voto foram reproduzidas em 40 mil exemplares de boletim "Moka Senador", distribuídos entre filiados do PMDB em Mato Grosso do Sul e pagos -tanto a impressão como a distribuição- com verba pública, diz a reportagem.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...