sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Segurança barra Conselheiro do CNJ em Fórum de Belém.

O Conselheiro Jefferson Kravchychyn, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi impedido de entrar no Fórum Cível de Belém, no Pará, por um segurança do local. Segundo Kravchychyn, ele entrou nas instalações para conhecer o espaço. Mas, ao deparar com o segurança e se identificar como Advogado, foi barrado para revista.

No mesmo momento, o segurança afirmou que foi instruído pela direção a proceder desta maneira com todos os Advogados. O representante da OAB no Conselho qualificou o ato como "discriminatório", já que Juízes e membros do Ministério Público não passam pelo mesmo procedimento.

Kravchychyn defende que o acesso dos Advogados a processos e a prédios em que funcionam o Poder Judiciário deveria ser mais ágil. "Não estamos questionando o mérito do trabalho do Judiciário, mas sim a forma como esse trabalho vem sendo realizado", disse.

Ele ressaltou que o CNJ faz visitas aos diversos Estados do país para conhecer a realidade do Poder Judiciário em cada um deles. De acordo com o Conselheiro, esse tipo de procedimento é importante para padronização das normas.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...