domingo, 27 de dezembro de 2009

Pelo jeito não é só aqui que o PMDB quer espaço.

Temer: Eleição em 2010 ficará difícil se o PMDB não indicar o vice

Para o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), o tratamento que o governo, a começar pelo presidente da República, vem dando ao PMDB, partido do qual é presidente licenciado, neste início de articulação da aliança para o lançamento oficial da candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência da República, é indigno.
Segundo reportagem do jornal O Globo, ao ser perguntado se - com a larga experiência política de ser presidente da Câmara pela terceira vez - não sente que setores do governo e do PT querem rifar o PMDB do cargo de vice de Dilma, Temer respondeu:
"Sinto que, nos últimos tempos, há outras ideias em relação à candidatura. Digo que elas não têm nada a ver comigo porque reitero que jamais me posicionei como tal. Mas sinto que há outros desejos, outras aspirações. Isso é perceptível pela leitura das revistas, dos jornais, de algumas declarações. Não tenho dúvidas disso".

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...