domingo, 27 de dezembro de 2009

O que o Presidente disse...

Este foi ano do estímulo ao consumo, 2010 será o do investimento:
Em seu pronunciamento de fim de ano, em rede nacional de rádio e televisão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, se 2009 foi o ano de estímulo ao consumo, agora a ênfase é reforçar o investimento. "E, assim, fazer a roda da economia girar de forma saudável e sustentada", disse.
Lula citou a nova linha de crédito ao BNDES, de R$ 80 bilhões, a criação da Letra Financeira para os bancos privados, os incentivos à produção de bens de capital, o investimento de R$ 15 bilhões no Fundo da Marinha Mercante e a desoneração da produção de computadores como ações do governo para o estímulo ao investimento nacional. "Dessa forma, vamos consolidar uma nova leva de investimentos saudáveis na nossa economia e estimular o setor produtivo a continuar investindo e empregando cada vez mais brasileiros", disse.
O presidente destacou que, em 2009, mesmo com a crise internacional, o Brasil teve um incremento no mercado de trabalho, em rota inversa ao resto do mundo. "De janeiro a novembro, criamos 1,413 milhão de empregos com carteira assinada." Ele creditou esse avanço a um equilíbrio entre consumo e investimento.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...