terça-feira, 10 de novembro de 2009

Lula garante mais R$ 100 bi ao BNDES

O governo vai fazer uma nova capitalização do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para garantir a expansão da carteira de crédito da instituição nos próximos anos, afirmou ao Valor o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O BNDES postula um aporte de R$ 100 bilhões, o mesmo valor concedido pelo Tesouro Nacional à instituição ao longo de 2009. "Temos que apoiar. Não vamos ficar sentados em cima do dinheiro", disse Lula, mencionando em seguida o forte crescimento da oferta de crédito ocorrido na economia brasileira nos últimos anos. "A carteira de crédito do Banco do Brasil chegou a R$ 300 bilhões. Este era o valor de todo o crédito da economia em 2003".
Essa perspectiva de consistente expansão da economia brasileira foi apresentada ontem pelo governo a uma plateia de cerca de 200 presidentes e diretores de instituições financeiras e empresas europeias, que disputaram os convites para o seminário realizado em Londres pelos jornais "Financial Times" e Valor. Mas nem o presidente, nem os ministros e empresários que falaram no evento precisaram de grande esforço para convencer a plateia. O mundo financeiro parece ter se rendido aos bons números que a economia brasileira vem apresentando nos últimos anos. Ou, como sintetizou o ministro da Fazenda, Guido Mantega: no Brasil, o juro ainda é alto e as condições de investimento, seguras, o que fortalece o poder de atração de capitais.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...