segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Bancada paraense quer R$ 909 milhões

Com as 18 emendas a que tem direito, a bancada paraense vai propor investimentos de R$ 909 milhões ao Orçamento Geral da União para 2010. O valor da proposta terá que passar pelo crivo do relator do OGU para o próximo ano, deputado Geraldo Magela (PT-DF). O orçamento ainda não tem data para ir à votação. Os deputados correm contra o tempo, pois sem a aprovação do OGU 2010 o Congresso Nacional não entra em recesso.
As proposições apresentadas pelos deputados paraenses priorizam obras de infraestrutura urbana e rodoviária, saúde, educação e segurança pública. As propostas foram aprovadas por praticamente todos os integrantes da bancada.
'A bancada está sintonizada com os problemas do Estado e por meio das emendas ela tende a responder com investimentos para a solução desses problemas. Com isso, conseguimos ter a capacidade e a engenharia política de assegurar e atender às demandas que nos foram repassadas por associações de municípios, universidades, entidades e do governo do Estado', afirmou o coordenador da bancada, deputado federal Paulo Rocha (PT). A bancada possui artifícios de negociação para garantir que o investimento total proposto no OGU chegue a compor a dotação final a ser destinada ao Estado. Uma delas é o remanejamento de despesas já listadas na Proposta de Lei Orçamentária enviada pelo governo federal ao Congresso. As chamadas Emendas de Remanejamento de Despesa somam R$ 74 milhões. Nesse caso, a previsão de alocação desses recursos será para priorizar a adequação de trechos rodoviários. FONTE O LIBERAL.

Nenhum comentário:

Lei Estadual 8.878/2019 trata sobre a regularização fundiária de imóveis urbanos e rurais do Estado.

Representantes de entidades da sociedade civil paraense e do Ministério Público Federal (MPF) participaram, na manhã ontem terça-feira (8), ...